Considerações sobre o “caos” aéreo

julho 24, 2007

Cena típica de Sampa: segunda-feira, 05h30 da matina. Em qualquer ponto de ônibus da periferia, de terminais urbanos e afins, centenas de trabalhadores aguardam por horas em pé o momento de pagarem R$2,30 e se transformarem em sardinhas, isto é, se espremerem dentro das “latas” motorizadas, vulgarmente conhecidas como ônibus. E esta situação se repete em estações de trem e metrô, todos os dias, tanto na ida para o trabalho como no retorno pra “casa”, ou seja, no regresso às enormes áreas de favelização que circundam as metrópoles tupiniquins.

Alguém aí falou em caos do transporte público? Não, ninguém falou. Afinal, é claro, povo pobre tem mais é que se lascar. Onde já se viu?? Deveriam ir a pé para o trabalho, pois exercitariam seus traseiros moles e ganhariam saúde; chegariam no serviço com mais disposição para lamber as botas (e outras coisas) de seus “exemplares” patrões. Patrõezinhos que não podem ficar 1 hora na fila do aeroporto, senão o café em Paris vai esfriar! O pacote de férias não incluia filas não? Ora seus almofadinhas, vão catar coquinhos!

Esse é mesmo o país da bagaceira. Todo dia os pobres se ferram calados. Mas é só os grã-fas encravarem a unha do dedinho do pé e pronto: caos, destruição, morte, fim da picada… Ê laiá. O caso é que estou farto de ver essa gente esnobe e frívola com o queixinho tremendo, às lagrimas, porque o vôo pra Europa ou para a Matriz melou. O pior é que nem são os grã-fas mesmo, uma vez que estes têm seus jatinhos particulares. É a classe mérdia que enche o saco com esse tró-ló-ló de “caos” aéreo!

O negócio com vôo 3054 da TAM minha gente, foi feio mesmo. Assim como foi o da GOL. Presto aqui minha solidariedade aos que sobraram e aos parentes das vítimas. Mas, convenhamos, a culpa é da própria TAM (que botou um breaco pra voar num avião capenga). Só que a imprensa não quer ver dessa maneira, e já enfiaram o acidente nessa onda de caos aéreo. Tudo pra bater no Lulalá.

Não se chuta cachorro morto. O Lula é um tosco, babaca entreguista, e todos sabem disso. Se querem malhar o homem, acho justo, mas que o façam por motivos reais: por ele não ter feito a reforma agrária, pelo fiasco do Fome Zero, pela cretinice desse assistencialismo barato que o governo federal tem promovido e que atravanca o processo real de distribuição de renda, por ele favorecer os banqueiros e usineiros, pela PANaquice, por ele ser curintiano… enfim, motivos não faltam. O que não se pode é ficar colocando pelo em ovo. O que as senhoras acham?

Anúncios

5 Respostas to “Considerações sobre o “caos” aéreo”

  1. Ítalo de Paula Pinto said

    Sem dúvida teus dizeres são coerentes. No entanto, não acredito que tenhamos de ser tão enfáticos quanto ao caos aéreo. Você está coberto de razão quando fala sobre o caos do transporte público, mas também penso que um problema jamais justificaria o outro. O caos aéreo não é culpa desse ou de outro governo, mas de toda máquina motriz deste país que insiste em empurrar todos os problemas com a barriga.

    Forte abraço, amigo! Voltando com força total, em ?

  2. ludmillarossi said

    Ae bicho, linka aí o site das Oficinas Querô que nós fizemos na moral pra eles… e ajuda nóis a aumentar o pagerank! http://www.oficinasquero.com.br.

    Dá uma olhada no projeto, bem maneiro, tem a ver com o seu post.

    E vou esperar você para uma visitinha aqui na Mkt Virtual dos seus ex-“exemplares” patrões. Rs…

    Bjs

  3. Ítalo,

    Obrigado. Aparentemente, você é o mais atento dentre os poucos leitores que tenho. Concordo, um problema não justifica o outro. No entanto, procurei evidenciar que o superdimensionamento do problema ocasionado pelas filas em aeroportos se deve a uma questão social. Falando estatísticamente, quantas brasileiros voam por dia? Sem dúvida, um número muitíssimo inferior aos que se apertam dentro dos “coletivos”. Mas enfim, deixa pra lá porque nesse dia, pra variar, eu havia acordado meio totálitário.

    Abraços e tomara que agora eu engrene de vez!

  4. Lud,

    sem dúvida o site está maneiro, consequência da “expertise” (é assim que se escreve?) de vocês. Porém, (ai porém – e sempre que aqui se comenta há um porém) vejo com várias ressalvas estes então chamados projetos de inclusão social, sobretudo estes que são “espelhados” (pra não dizer mimetizados) no Kinoforum. Acho pouco producente, e bastante excludente, esta prática do “é favelado? então põe pra bater lata que fica bonito…” Mas enfim, isso é assunto para um outro post.

    Por outro lado, devo dizer que assim que entrei no site do projeto, desejei muito que houvesse uma coisa dessas em SantosCity enquanto eu era adolescente. Teria sido uma oportunidade única de sair do lado da “crítica” e passar para o lado da “produção” cinematográfica. Talvez assim eu fosse menos amargo.

    Beijo e valeu pela visita.

  5. Faaala Henrique, blz meu velho? entrei pela primeira vez no seu blog e gostei muito. concordei com quase tudo que li até agora, admiro muito quem escreve dando “nomes aos bois”.
    Se em algum momento não aceitar alguma idéia sua, acho que as informações já valem, e muito, a visita…..
    mandou bem!!

    Agora indo ao post sobre o caos aéreo. Esses dias peguei a maldita ponte aérea, claro que fiquei horas esperando, etc. e tal. Mas o absurdo é ver como as pessoas querem mais é que tudo se foda, cansei de ver mauricinho dizendo que deveriam prender todos os controladores, porra não fode… o cara trabalha mais do que a lei permite, em uma das profissões mais estressantes que existem e ainda pedem que ele vá em cana?
    é muita idiotice pro meu gosto, prefiro ir pro jabaquara e voltar ao bom e velho busão….pelo menos lá tá todo mundo no mesmo barco……

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: