Cai! Cai! Cai!

setembro 27, 2008

Abaixo os puristas, pois é tempo de vociferar! Não é justamente essa a finalidade de um blogue? Aqui se vomitam anonimamente as entranhas, por prazer – um pornográfico prazer – e não por uma vil obrigação da ideologia do trabalho.

Trabalho este camaradas, que dá sinais de franco capenguismo! É o novo ‘crash’ de 29! Agora vai! Ladeira abaixo ianques! Chupa esta!

Mas os caras não são burros. Já passaram o controle das principais empresas de “crédito” (nome dado ao assalto praticado pelos especuladores do “mercado financeiro”) para o Estado. Crédito é a prática de ursupar dos pobres, mediante juros avassaladores, o suado dinheiro do trabalho. Pagam os salários para depois sugar, com troco, o dinheiro que ‘investiram’.

O quê? Mas não eram eles que mandavam privatizar tudo por aí? E tão gastando mais dinheiro com estatizações do que jamais sonharia um Stálin? Amigos, eis minha sugestão para que, devido a atual conjuntura, a bandeira do tio sam faça algum sentido:

Agora entendemos o significado de "Unidos"

neopostcapitalcommunism

Eu quero é mais!!! Os mercados “globalizados” utilizam um dinheiro virtual cuja garantia está na extorsão praticada por grupos sanguinários como a AIG aos trabalhadores, empresa que teve 80% de seu capital passado para o controle do Estado na semana passada (avanti populi!). Vai Bush! Arrebenta com a economia de mercado! Como é que vai funcionar esse capitalismo estatal? Não complica, explica!

O império tá caindo minha gente! Mas o capital é fueda demais. Já posso até ver um novo tipo de propaganda ‘uncle sam’:

Unite, States!

Unite, States!

Vão recuperar o que há de pior do stalinismo: o centralismo estatal. Preparem-se, pois cães famintos atacam quem se aproxima de sua carniça.

No entanto, agora devemos escarnecer. Vamos comemorar, ver a vaca indo pro brejo de camarote tropical, tomar a cerveja e, se possível, o poder.

Anúncios

o intendente é de morte! uurrgh! 

“A rústica porém refinada construção de pedra corresponde ao estilo provençal francês”.

http://www.brasil.org.bo/direccion.htm

Bah!

Reparem no mapa que a casa do embaixador fica bem na frente da embaixada dos Estados Unidos (what a coincidence!); esta, por sua vez, fica defronte ao “centro de estudos brasileiros”.

“Tão Brasil”… 

BOLÃO ELEIÇÕES: O GeraRdo fatura o pleito. Tá valendo o que? Como eu havia previsto desde que se soube que o pindamonhangabaense iria concorrer. É o novo Collor, renascido como a fênix. Danou-se. Se o Lula estava meio “bambo”, agora está prestes a receber o golpe de misericórdia. E a esquerda? Nem pra mandar a Heloísa Helena pro segundo turno…  

Agora o golpista do Diogo Mainardi não é mais golpista. Ou é? E se nós nos declarássemos golpistas em caso de vitória do GeraRdo?

E o mais triste minha gente, será engolir a seco um GeraRdo triunfante, com Opus Dei e Maluf, Collor (o próprio! aonde está a chamada “juventude carapintada” [ou pintadanacara?] da GRobo?), e todo um lixo, a escória da escória.

O Suplicy vai ter que ensaiar mais “Blowing in the wind” para competir com os sucessos do Frank Aguiar.

Acabou minha gente, acabou. Se alguém acreditava em uma possível renovação, e uma conseguinte mudança nos paradigmas sociais, através de vias institucionais, mude-se para outro país (aliás, como faz para pedir asilo político? Gostaria muito de ir-me embora dessa terra violada).

O Brasil é, com efeito, o país da piada pronta. Réus confessos eleitos parlamentares…

Quando o Alckmin privatizar as universidades, não digam que eu não avisei.

Já estou farto dessa piada. Não vejo graça alguma.